rss

Canção do exílio


Minha terra tem palmeiras,

Porém quase sem sabiás

Porque as aves que gorjeavam lá,

Estão sendo trazidas para cá.


Nosso céu tem mais estrelas,

Nossas várzeas poucas flores,

Nossos bosques menos vida,

Nossa vida mais horrores!


Em cismar sozinho à noite

Mais tristezas encontro eu lá.

Minha terra tem palmeiras,

Porém quase sem sábias.


Minha terra tem horrores

Que também encontro cá

Em cismar sozinho à noite

Em coisas boas tento pensar

Minha terra tem palmeiras

Porém quase sem sábia


Não permitas, ó Deus, que eu morra

Sem que eu veja minha terra melhorar

Sem que desfrute novamente dos primores

Que eu não encontro por cá

Sem que veja as palmeiras cheias de sábias a cantar.


Valcionir Walzburger - 2º I - EM


0 comentários:

Postar um comentário

Deixe seu recado para a EEB Leopoldo Jacobsen!