rss


SÍNTESE HISTÓRICA
A virtude da gratidão está em toda a Bíblia. É próprio das almas nobres agradecer sempre e por todas as coisas. O salmista exclama: "Bom é render graças ao Senhor..." E outra vez: "Entrai por suas portas com ações de graças..." (Sl 92.1 e 100.4). Assim, o render graças a Deus , é tão antigo quanto a humanidade. Vem dos tempos bíblicos e reflete-se ao longo da história.
O costume do "Dia de Ação de Graças" vem dos Estados Unidos. Em 1620, saindo da Inglaterra, singra os mares o "Mayflower", levando a bordo muitas famílias. São peregrinos puritanos que, fugindo da perseguição religiosa, vão buscar a terra da liberdade. Chegando ao continente americano, fundam treze colônias, semente e raiz dos Estados Unidos da América do Norte.
O primeiro ano foi doloroso e difícil para aquelas famílias. O frio e as feras eram fatores adversos. Não desanimaram. Todos tinham fé em Deus e nas suas promessas. Cortaram árvores, fizeram cabanas de madeira, e semearam o solo, confiantes. Os índios, conhecedores do lugar, ensinaram a melhorar a produção. E Deus os abençoou. No outono de 1621, tiveram uma colheita tão abençoada quanto abundante. Emocionados e sinceramente agradecidos, reuniram os melhores frutos, e convidaram os índios, para juntos celebrarem uma grande festa de louvor e gratidão a Deus. Nascia o "Thanksgiving Day", celebrado até hoje nos Estados Unidos, na quarta quinta-feira de novembro, data estabelecida pelo Presidente Franklin D. Roosevelt, em 1939, e aprovada pelo Congresso em 1941.
O embaixador brasileiro Joaquim Nabuco, participando, em Washington, da celebração do Dia Nacional de Ação de Graças, falou em tom profético: "Eu quisera que toda a humanidade se unisse, num mesmo dia, para um universal agradecimento a Deus". Estas palavras moveram consciências no Brasil. No governo do Presidente Eurico Gaspar Dutra, o Congresso Nacional aprovou a Lei 781, que consagrava a última quinta-feira do mês de novembro como o Dia Nacional de Ação de Graças.
Porém, em 1966, o Marechal Humberto Castelo Branco modificou esta Lei, dizendo que não a última, mas aquarta quinta-feira do mês de novembro seria o Dia Nacional de Ação de Graças, para coincidir com esta celebração em outros países.
Sim, aquelas palavras de Joaquim Nabuco, grande estadista brasileiro, encontraram eco em muitos corações. Hoje, são muitas as comunidades que, como num grande coro universal de gratidão a Deus, celebram nacionalmente o Dia de Ação de Graças, na quarta quinta-feira de novembro.
Em tudo e por tudo devemos dar graças a Deus!

Obrigado, Senhor

(Presb. Aristides Ferreira Netto)



Graças te dou, ó meu Deus, pelo ar que eu respiro,
Pela linda natureza que, extasiado, admiro;
Graças te dou pelas vestes, pelo pão de cada dia,
Que como Pai cuidadoso, a teus filhos propicia.

Graças te dou pelas mãos, que me deste ao me criar;
Elas são meus instrumentos, para os outros ajudar.
Graças, ó Deus, pelos pés; eu os trato com carinho,
Pois me levam em segurança, sempre pelo bom caminho.

Graças te dou, ó Senhor, pelos olhos que me deste
Para ver tanta beleza, sob a abóbada celeste:
São os rios e os mares, os lagos e a floresta,
São as plantas multicolores - Uma verdadeira festa!

Obrigado pela voz, com ela eu vou proclamar
Que tu és um Deus de amor, sempre pronto a perdoar;
E que és o Rei dos reis e o único Senhor,
Que é digno de toda a glória, de toda honra e louvor.

Eu te agradeço, meu Deus, pelos meus cinco sentidos,
dentre os quais estão inclusos, ambos os meus ouvidos;
Eu ouço o cantar dos pássaros e o ruído do trovão,
Ouço também tua voz, quando estou em oração.

Graças te dou pelo lar , pela família querida
Que prepara as gerações para enfrentar a vida;
"Educa bem a criança", disse o sábio Salomão,
Para que, em sua vida, não tenha decepção.

Por tudo o que me deste, eu te agradeço, Senhor,
Mas, de um modo especial, sou grato por teu amor;
Aquele amor sem limite, demonstrado numa cruz,
Onde, para me salvar, morreu teu filho Jesus!

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe seu recado para a EEB Leopoldo Jacobsen!